Categorias
Sem categoria

GABO

DE PATRICK MURYS  

E DANÇANDO COM A DIFERENÇA 

Descrição e ficha técnica 

A “GABO” é encarnada por uma marioneta e é o ser que vai desenvolver todo o desafio  que é colocado aos intérpretes. É um ser misterioso, um ser mágico que não tem  explicação. É o ponto de partida para que os intérpretes interroguem o que é ser diferente,  o que é ser livre. Neste espetáculo, a inspiração partiu muito dos intérpretes. No início eu  não estava a considerar que existisse esta criatura, então foi como encarnar o inexplicável,  o misterioso, o estranho, o que não percebo. Fizemos várias experiências, tanto teatrais  como de dança e até com outras marionetas, mas não estava satisfeito. E de repente  tornou-se claro que devia ser um ser encarnado pelos três intérpretes – três pessoas  totalmente distintas com limitações e capacidades totalmente diferentes. O realismo  mágico (corrente artística, da qual Gabriel García Márquez é um dos principais autores) foi  o ponto de partida do convite que me lançaram. Eu li a obra do autor e isso permitiu-me  criar um suporte para ir mais longe na criação da nossa ficção. O nome Gabo surge por  isso. Mas a peça vai mais longe, assenta no inexplicável. É um espetáculo não narrativo,  não é explicativo, que sugere sensações e emoções, para que cada  pessoa que irá assistir ao espetáculo faça o seu próprio caminho. No processo de criação  não mudei a minha metodologia, quer em termos de entrega como de exigências, houve  foi uma grande sensibilidade na relação com os intérpretes, de parte a parte. Interessava me saber quem são eles, o que é que para eles é importante, o que é difícil, o que é  impossivel com o seu corpo e com a percepção que têm do mundo. O que pedi foi que me  contassem quem são, especialmente nesta aventura com a “GABO”.  

Patrick Murys, em entrevista ao “Boca a Boca”, o podcast do Teatro Viriato 

Encenação e direção de atores Patrick Murys  

Assistência e coreografia Romulus Neagu  

Interpretação Diogo Peres, João Estrela e José Pereira  

Desenho de luz Cristóvão Cunha  

Música original Norberto Gonçalves da Cruz

Vocais Lidiane Duailibi

Voz off Ana Vargas 

Cenografia Patrick Murys  

Criação marionetas e apoio à cenografia Sandra Neves  

Apoio à construção de marionetas Catarina Falcão  

Figurinos Sandra Neves 

Coordenação de ilusionismo José Pereira (Zé Mágico)  

Textos / Diários Mágicos Cuca Calheiros e Jorge Lopes  

Interpretação em Língua Gestual Portuguesa Susana Tavares  

Audiodescrição Roberto Terra

Texto da Audiodescrição Henrique Amoedo, Diogo Gonçalves, Ricardo Meireles e Roberto  Terra  

Vídeo promocional e streaming Tomás Pereira  

Agradecimento especial Léonard e Júlia  

Diretor artístico da Dançando com a Diferença Henrique Amoedo  

Coordenador geral do Dançando com a Diferença/Viseu Ricardo Meireles 

Coprodução Teatro Viriato e Dançando com a Diferença  

Dançando com a Diferença é uma estrutura financiada por República Portuguesa / Direção Geral das Artes (Biénio 2020-2021), Governo Regional da Madeira através da Direção  Regional de Educação e Direção Regional da Cultura (Ano 2020). Câmara Municipal do  Funchal (Ano 2020)  

Apoios locais Grupo Porto Bay e Júlio Silva Castro – Fotografia, Vídeo e Publicidade A Cia.  Dançando com a Diferença é a companhia residente no Mudas. Museu de Arte  Contemporânea da Madeira, na Madeira.  

O Dançando com a Diferença/Viseu é o projeto residente no Teatro Viriato, em Viseu. 

O Teatro Viriato é uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Cultura/ Direção Geral das Artes e pelo Município de Viseu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s